ACB Racing pronta para primeira prova do ano “em casa”

Depois das emoções do SATA Rallye Açores, a ACB Racing estará, de novo, em actividade, este fim de semana, na assistência a duas das equipas participantes no II Rali Cidade Praia da Vitória, prova inaugural da Taça de Ralis do Grupo Central.

Nuno Cintra terá o número 11 na porta do Renault Clio Sport R3. O piloto aproveitou o defeso para mudar o escape do carro francês, uma vez que o que estava montado “não era adequado” à competição. Sobre o traçado do rali, Cintra mostra-se agradado com os troços e sublinha que apoia a decisão da “retirada da parte final do Arquinha / Girão uma vez que esta zona se apresentava muito suja e perigosa”.

Nuno Cintra conta este ano com um novo navegador, no caso o Miguel Soares que será “uma mais valia para mim até pela sua experiência não só como navegador mas até como piloto”. Cintra não se esquece de agradecer a João Silva com quem fez equipa o ano passado e que este ano regressa à companhia de Carlos Martins que está de volta aos ralis.

Para Nuno Cintra, participar em ralis é uma paixão e um hobby que funciona como um escape da sua vida profissional. “Resido e trabalho em Lisboa e também no estrangeiro pelo que encaro cada rali nos Açores como uma quebra da rotina do dia a dia. Em termos logísticos é complicado e só o consigo fazer porque há pessoas que ajudam muito, entre as quais o António Castelo Branco”.

Na categoria dos VSH, Fábio Fontes e Paulo Vilas apostam no 1º lugar não apenas neste rali como também no final da Taça de Ralis do Grupo Central, embora saibam que não terão a vida facilitada pela concorrência. Para que estes ambiciosos objectivos possam ser atingidos, “foi feita uma revisão geral à caixa e ao motor do Citroen Saxo 1.4, sendo ainda aumentado o poder de travagem através da montagem de travões maiores”, informou o piloto.
Fábio Fontes elogia ainda o traçado do rali: “gostei do troço novo, aquele que começa na Casa da Ribeira (Arquinha Girão). É sempre bom que haja inovação nas especiais dos ralis até porque acabamos por fazer quase sempre os mesmos troços”.

António Castelo Branco, líder da ACB Racing, afirma-se satisfeito pela confiança que diversos pilotos têm manifestado na sua estrutura. “Em apenas dois ralis já fomos escolhidos por 5 pilotos diferentes para a prestação de vários níveis de serviços e isso prova que a ACB Racing se coloca, cada vez mais, no papel de uma parceira confiável com que os pilotos podem contar nas suas participações desportivas.”

O profissionalismo com que a ACB Racing aborda cada prova é um ponto de hora para António Castelo Branco: “Para nós, todos os pilotos em todas as provas merecem igual empenho e motivação. Vamos dar pelo Nuno Cintra e pelo Fábio Fontes o nosso máximo, tal como o fizemos pelos pilotos que estiveram connosco no SATA”.

RallyMania com A.I.