Gil Antunes bisa no Modelstand

A dupla de Sintra Gil Antunes / Carlos Ramiro iniciaram a fase de terra do Desafio Modelstand 2012 como tinham terminado a fase de asfalto, vencendo, desta feita com um excelente triunfo obtido no Rali de Oliveira do Hospital.

Os dois principais protagonistas do Desafio Modelstand 2012, Gil Antunes e Diogo Gago, parecem querer continuar na fase de terra a luta que tiveram nas provas de asfalto, porém é o piloto de Sintra que agora continua em vantagem. A história do Rali Oliveira do Hospital, no que diz respeito ao Desafio Modelstand acabou por ser favorável a Gil Antunes, que liderou do primeiro ao derradeiro troço. A sua maioria experiência na terra e uma gestão de prova inteligente a partir de meio do rali, permitiu ao piloto da SFR bisar esta temporada, reforçando ainda a liderança pontual nas contas desta competição.

Diogo Gago só se pode queixar de si. Um ligeira saída de estrada no final do segundo troço, quando vinha a fazer jogo igual com Gil Antunes, fez o piloto perder algum tempo, mas pior ainda é que deixou o seu Peugeot muito desalinhado, o que não permitiu ter o carro em condições nessa fase do rali, perdendo muito tempo na 4ª especial e todas as hipóteses de lutar pela vitória. Apesar da sua menor experiência em terra com o Peugeot 206 GTI, Diogo Gago promete lutar abertamente pelo título do Desafio Modelstand, como ficou provado em Oliveira do Hospital.

João Ruivo (com carro emprestado) ainda deu ideia de poder entrar nesta luta, pois conseguiu entrar no ritmo dos primeiros, mas um tubo dos travões no final da primeira secção tirou qualquer chance ao piloto de poder lutar pela vitória, descendo ao 4º lugar, não conseguindo sequer recuperar até ao pódio.

Salvador Gonzaga conseguiu dessa forma subir ao lugar mais baixo do pódio, mas já algo distante dos dois primeiros e com a concorrência algo longe na luta por essa posição, pelo que a aposta foi gerir e dar algum espetáculo nos troços oliveirenses.

Sérgio Vaz com um andamento cauteloso, assim como Roberto Canha, conseguiram terminar nas 5º e 6ª posições, ficando Pedro Fins no 7º lugar, muito por culpa de um problema com o seletor na caixa de velocidades que o fez perder muito tempo. João Castela e Manuel Martins, não conseguiram infelizmente atingir o pódio final.

“Não foi um rali fácil, devido aos troços que para este tipo de carros são um pouco duros. Contudo, as novas suspensões estreadas este ano, também deram boa conta de si na terra”, afirma José Costa, da Exporacing, entidade responsável pela organização do Desafio Modelstand, concluindo que “foi pena alguns azares de alguns pilotos que condicionaram o interesse desportivo desta prova a partir de determinado momento, mas os ralis são assim. Tudo indica, contudo, que vai haver desafio até final do ano, como ficou provado aqui em Oliveira do Hospital”.

O Desafio Modelstand prossegue agora ainda mais a sul, estando presente no Rali de Loulé, no início do mês de Outubro.

CLASSIFICAÇÃO FINAL (provisória)
1º Gil Antunes / Carlos Ramiro 1h04m42,8s
2º Diogo Gago / Jorge Carvalho 1h04m50,2s
3º Salvador Gonzaga / Paulo Lopes 1h07m39,1s
4º João Ruivo / João Peixoto 1h08m26,1s
5º Sérgio Vaz / Bino Santos 1h09m44,1s
6º Roberto Canha / Miguel Cruz 1h11m05,3s
7º Pedro Fins / Sérgio Rocha 1h46m50,4s