João Barros vence em Castelo Branco

Disputou-se ontem o Rali Cidade de Castelo Branco, a segunda prova do Campeonato Open de Ralis 2013 com as difíceis condições climatéricas e alguns acidentes a marcarem esta edição.

João Barros que se encontra inscrito no Campeonato de Portugal de Ralis 2L/2RM marcou presença em Castelo Branco com o Renault Clio S1600 para defender a vitória alcançada no ano anterior. O objectivo foi cumprido, após a segunda especial de classificação Barros assumiu a liderança para não mais a largar até ao final, acabando por conquistar a vitória.

Na segunda posição a 8,2 segundos de João Barros terminou Carlos Martins com o Mitsubishi Lancer EVO VII assistido pela Peres Competições. O piloto de Serpa ainda conseguiu vencer 3 das 9 especiais de classificação que compunham a prova.

No lugar mais baixo do pódio terminou o Mitsubishi Lancer EVO VIII de Diogo Salvi e Filipe Carvalho que mesmo com um ritmo forte conseguiram gerir bem a sua prova alcançando este excelente resultado. 

Na quarta posição surge o Campeão do Open de Ralis 2011, o regressado António Rodrigues que venceu de forma categórica entre os concorrentes do Desafio Modelstand reservado aos Peugeot 206 GTi.

Com um Peugeot 206 RC, Carlos Cruz alcançou o quinto lugar final depois de se ter visto envolvido num dos acidentes que marcaram a prova. Foi durante a primeira especial do rali, onde o piloto perdeu o controlo do carro francês acabando por colher involuntariamente um repórter de imagem que foi prontamente assistido, acabando por ser levado por helicóptero para o Hospital de Coimbra.

Luís Mota foi o sexto classificado vencendo ainda entre os concorrentes do Regional Centro com o Mitsubishi Lancer EVO VII da Competisport. Fernando Teotónio foi sétimo classificado na estreia com o Mitsubishi Lancer EVO VI.

Com o Peugeot 206 GTi da Competisport, Gil Antunes alcançou o oitavo lugar da geral e o segundo no Desafio Modelstand. André Cabeças regressou ao Open de Ralis com o VW Golf Kit-Car alcançando o nono lugar na frente de João Ruivo que fechou o lote dos dez primeiros e pódio do Desafio Modelstand.

Entre a lista de abandonos encontra-se Mário Barbosa que foi o primeiro líder da prova, o piloto do Citroen Saxo Kit-Car abandonou após uma saída de estrada. Também Marco Cid que se estreava nos ralis federados viu o azar bater á porta logo no inicio da primeira especial, onde teve uma forte saída de estrada com um Mitsubishi Lancer EVO VI, sendo o piloto levado ao Hospital de Castelo Branco saindo mais tarde do mesmo pelo os seus próprios pés.

Quanto ao Trofeu Fastbravo o vencedor foi Rafel Cardeira numa prova em que apenas dois concorrentes terminaram, sendo o segundo e ultimo classificado Nuno Figueiredo.

A prova da Escuderia Castelo Branco contou ainda com um Ralisprint onde os participantes disputaram 5 das 9 especiais que compunham a prova, sendo o vencedor final Nelson Trindade com um Subaru Impreza N12. António Esteves foi o segundo classificado com um BMW 325 IX na frente do Ford Escort MK1 de José Mateus.