Paulo Moreira terminou com cautelas

O Campeonato Open de Ralis prosseguiu este passado fim-de-semana com o Rali Cidade Castelo Branco em mais uma edição da prova a cargo da Escuderia Castelo Branco.

Para a dupla do Opel Corsa OPC a prova teve até um desfecho positivo, mas os resultados obtidos ficaram um pouco daquilo que a equipa já demonstrou andar, essencialmente nas provas em pisos de terra. 

Paulo Moreira e Marco Macedo começaram mal a prova com a neutralização na primeira especial, arrancando o rali a sério apenas na segunda PEC. Sendo a primeira vez que rodavam com o carro neste tipo de pisos com estas evoluções, a equipa tentou desde logo aperceber-se das significativas melhorias aplicadas, lidando ainda com um traçado que se encontrava muito escorregadio e também sujo o que obrigava a cuidados redobrados. 

A dupla rodou sempre num ritmo regular sem pressões, não arriscando nada e indo cumprindo o seu principal objetivo de terminar e pontuar. Após as nove especiais de classificação, ascenderam ao 11º lugar entre os carros de apenas duas rodas motrizes, 2º da classe e 16º na classificação geral. 

Como nos adiantou o piloto “O rali de castelo branco não nos correu bem. Tomei uma toada demasiado defensiva e isso refletiu-se nos cronos. Muita falta de confiança e um dia não, não permitiu andar o que devíamos ter andado. Vamos ter de fazer os trabalhos de casa para andarmos no asfalto como andamos na terra, com confiança. Para já vamos até ao Open do rally de Portugal e divertirmo-nos. Um agradecimento aos nossos patrocinadores que acreditam no nosso projecto, Epoca – Home & Hotel Concept ; Credibom; Cartrack; NSA; Biodouro; Sópneus e Transportes A. Branco e Filhos”

RallyMania com A.I.