Açores, 2º dia: Kopecky assume comando

Kopecky subiu à liderança depois de Kubica ter perdido muito tempo no troço de Sete Cidades. Breen é segundo. Magalhães, Moura e Sousa lutam pelo terceiro posto. O tempo voltou a não ajudar, e mais uma vez, os organizadores foram obrigados a cancelar uma especial.

Num dia marcado pelo nevoeiro, lama e chuva intensa, Jan Kopecky subiu à liderança do rali na SS8, a classificativa de Sete Cidades, onde Robert Kubica perdeu mais de 1 minuto para o checo. Kopecky venceu uma especial e terminou o dia com 13 segundos de vantagem sobre o segundo classificado.

Craig Breen conseguiu um bom andamento, e com a perda de tempo de Kubica na SS8, o piloto irlandês ascendeu à 2ª posição. Breen venceu a última especial do dia, a SS11, pois a SS12, a segunda passagem por Sete Cidades foi cancelada devido ao mau tempo.

Bruno Magalhães partiu para o segundo dia de prova na sétima posição. Ao fim dos 4 troços da manhã, Magalhães já tinha escalado até à 4ª posição. Na SS11 fez o segundo melhor tempo e conseguiu ascender ao lugar mais baixo do pódio, trocando de posição com Moura. Magalhães está a 20 segundos de Breen.

Ricardo Moura, com um ritmo muito competitivo, apesar de se estar a estrear com o Fabia S2000, tem o terceiro posto à vista, a apenas 1,6 segundos mas por outro lado não pode vacilar, pois a apenas 0,6 segundos está Bernardo Sousa, que voou no nevoeiro do troço de Sete Cidades, e mostrou estar nos Açores para obter o melhor resultado possível. De sublinhar que os três pilotos portugueses estão separados por pouco mais de 2 segundos.

Jérémi Ancian, ao volante de um Peugeot 207 S2000 terminou a etapa na 6ª posição, e está a mais de 1 minuto de Bernardo Sousa.

Jean Michel Raoux, também ao volante de um 207, terminou o dia no 7º posto, a 2 minutos de Ancian.

Miguel Barbosa, é o líder da produção e o 8º classificado da geral, posição que poderá ser temporaria, pois atrás de si tem o ''sortudo'' Kubica, que após capotar na SS11, conseguiu chegar à assistência e se a Citroën conseguir reparar o DS3, o polaco vai voltar amanhã com toda a força, para recuperar o máximo de posições.

O 10º classificado é o açoreano Luis Rego jr, aos comandos dum Mitsubishi Lancer Evo IX.

Hannes Danzinger lidera comfortavelmente entre os duas rodas motrizes, tendo mais de 2 minutos de vantagem sobre, o português, Diogo Gago.

Top 10 após SS12:
1. Kopecky
2. Breen +13.1
3. Magalhães +33.9
4. Moura +35.5
5. Sousa +36.1
6. Ancian +2:01.0
7. Raoux +4:06.2
8. Barbosa +6:01.6
9. Kubica +6:10.4
10. Rego +7:07.7

Horário das classificativas de amanhã:
Graminhais 1 - SS13 (20,82 Km) 10:21
Tronqueira 1 - SS14 (21,33 Km) 11:21
São Brás / Villa Franca 2 - SS15 (16,38 Km) 12:26
Grupo Marques / Super-Especial 2 - SS16 (2,20 Km) 13:33
Lomba da Maia - SS17 (8,27 Km) 16:14
Graminhais 2 - SS18 (20,82 Km) 17:06
Tronqueira 2 - SS19 (21,33 Km) 18:06
(Hora de Portugal continental)