Nuno Almeida obrigado a desistir

Nuno Almeida e Pedro Barbosa acabaram por não ter a sorte do lado deles, em mais uma edição do Rali de Alfena, prova a cargo do Clube Aventura do Minho.
A terceira ronda do Campeonato Open de Ralis, segunda do Regional Ralis Norte, acabou assim cedo demais para a equipa do Fiat Punto HGT, já que foram forçados a abandonar ainda no decorrer da segunda especial. Apesar de terem entrado com algumas cautelas no primeiro troço, fizeram um bom crono que lhes colocava na segunda posição do CRRN 2 RM e que deixava muito boas perspectivas para este rali. 

 Como nos refere o piloto “a prova estava a correr bem, no primeiro troço rodamos nas “calmas” e apesar de tudo fizemos um bom tempo. No segundo vínhamos a tentar aproveitar tudo. O Punto no asfalto é bem menos competitivo e como a especial era a subir, fui um pouco optimista demais e tivemos uma saída que acabou por danificar o carro e a nossa prova terminou por ali."

"A minha equipa técnica colocou-me novamente um carro excelente, vínhamos mesmo muito confiantes, no asfalto com o Punto para fazer tempos, temos mesmo de ser assim, mas acabamos por errar e deitar tudo a perder. São situações normais dos ralis e agora é pensar já na próxima prova”.

Nuno Almeida, que conta com os apoios de Saroni, Loureiro & Jacinto, Auto 2002 e António Amortecedores não deverá alinhar na próxima prova do Regional Norte, o Rallye Santo Thyrso, pois o Fiat Punto Hgt só deverá ficar pronto para a prova seguinte.

RallyMania com A.I.