Bruno Costa venceu em Santo Tirso

Apesar da pouca adesão das equipas, a prova organizada pelo Demoporto foi disputada até á ultima especial, acabando a vitória nas mãos dos famalicenses Bruno Costa e José Janela com o Mitsubishi Lancer EVO VI. 

O grande opositor dos vencedores ao longo de toda a prova foram André Cabeças e Julio Sousa com o VW Golf Kit Car, chegando mesmo a passar pela liderança esta dupla viria a entrar para o ultimo troço separados por 2 segundos do primeiro lugar, acabando ainda assim por perder mais tempo para os famalicenses ficando a 8,2 segundos da vitória. 

No lugar mais baixo do pódio ficou Julio Bastos e Anibal Pereira com o BMW M3, que sem argumentos para lutar pela vitória, fez uma excelente exibição subindo posições ao longo da prova. 

António Oliveira que foi o primeiro líder do rali após vencer a super especial nocturna viria a terminar em quarto lugar com o Peugeot 205 GTi. Com carro idêntico, Celso Moura terminou na quinta posição. 

Na prova extra a luta também foi animada apesar do principal candidato á vitória ter abandonado prematuramente. José Rodrigues e Nuno Lima voltaram a impor o seu ritmo forte, sendo os mais rápidos na super especial nocturno, mas após o final da mesma viriam a desistir com problemas mecânicos no Honda Civic. 

Com este abandono a luta passou a ser entre Julio Maia e Vitor Ribeiro, apesar de Julio Maia ter terminado fora de estrada com o Peugeot 206 S1600 quando liderava a prova com 12,3s. 

Com estes dois abandonos, Vitor Ribeiro levou o seu Mitsubishi Lancer EVO VI á vitória final entre os concorrentes da prova extra. Jorge Melo foi segundo a 8,7s com o seu BMW M3 E30 e Paulo Moreira foi terceiro com o Opel Corsa OPC.