Vitória de Basso em San Marino

Depois de uma luta intensa e sempre muito renhida com Mikkelsen, Giandomenico Basso conseguiu vencer o Rali San Marino com apenas 2,8s de vantagem sobre o norueguês.

Depois de várias provas em asfalto, o IRC 2012 regressou aos pisos de terra, e se o plantel IRC, isto é aqueles que participam no campeonato é cada vez mais curto, com Mikkelsen a ser, na realidade, quase o único candidato ao título, a prova italiana, mesmo se com menos concorrentes do que o habitual, caso fosse uma prova de asfalto, acabou por “salvar” o interesse do rali.

G. Basso acabou por vencer, provando a valia do novo Ford Fiesta RRC, ou S1.6 Turbo, ou “falso” S2000, conseguindo pela segunda vez esta época derrotar a armada Skoda, depois da vitória de Dani Sordo, no Mini, na Córsega. Depois de Wiegand, no Skoda, ter surpreendido ao entrar a comandar o rali, aproveitando o facto de ter feito a escolha correcta de pneus, ao contrário de Mikkelsen, e também ao facto de Basso ter que abrir a estrada, rapidamente tudo voltou ao normal, e Basso e Mikkelsen, ainda que com Scandola, no Skoda, por perto, acabaram por dominar o rali.

Ganhou o italiano, e já o merecia, depois de ter sido um dos mais prejudicados pela paragem do Targa Florio, faltando saber se o piloto italiano, este ano interessado no campeonato italiano, irá fazer mais alguma prova do IRC, o que seria interessante, pois este IRC 2012, tem-se mostrado muito pouco interessante, com a “ditadura” Skoda a “governar”!

A fechar o pódio ficou Umberto Scandola, no Skoda, piloto que no primeiro dia ainda pareceu poder lutar com Basso e Mikkelsen, mas que no segundo dia acabou por se remeter ao seu lugar”. Sepp Wiegand acabou no quarto lugar.

Destaque para Jarkko Nikkara, que se mostrou muito rápido no Subaru Impreza, vencendo a IRC Production Cup, enquanto Harry Hunt, no Citroen DS3 R3T, décimo da geral, foi o melhor nos duas rodas motrizes.


Classificação (Top10)
1 Giandomenico Basso/Mitia Dotta (Ford Fiesta RRC), 2.35.56,6
2 Andreas Mikkelsen/Olá Floene (Skoda Fabia S2000), + 00.02,8
3 Umberto Scandola/Guido d’Amore (Skoda Fabia S2000), + 01.41,6
4 Sepp Wiegand/Timo Gottschalk (Skoda Fabia S2000), + 02.06,2
5 Jarko Nikkara/Jarkko Kaliolepo (Subaru Impreza STi R4), + 06.12,2
6 Gergely Szabo/Karoly Borboly (Mitsubishi Lancer X R4), + 10.15,6
7 Marco Tempestini/Dorin Pulpea (Subaru Impreza STi R4), + 13.22,6
8 Gabriele Noberasco/Daniele Michi (Mitsubishi Lancer IX), + 13.47,9
9 Miklos Bujdos/Andras Benko (Mitsubishi Lancer IX), + 14.03,0
10 Harry Hunt/Robbie Durant (Citroën DS3 R3T), + 14.19,0
José Bandeira - Motores Magazine