Janner Rallye: Kopecky vence rali de loucos

Mesmo com poucas estrelas, a primeira prova do Europeu de Ralis acabou por ter grande interesse competitivo. Jan Kopecky furou durante a última etapa, mas recuperou a liderança no derradeiro troço, por apenas meio segundo!


O último dia do Janner Rallye, mais uma vez com troços molhados e sujos, começou com uma luta titânica entre Jan Kopecky e Bryan Bouffier, os pilotos que em condições normais poderiam vencer a prova. Contudo, na SS15 o checo viria a furar caindo para o terceiro lugar.

Bouffier e Baumschlager ascendiam à primeira e segunda posição respectivamente. O piloto da Skoda Motorsport não baixou os braços e logo no troço seguinte subiu à segunda posição. A partir daí foi recuperando segundos atrás de segundos, conseguindo recuperar um total de 25 segundos a Bouffier só nos dois últimos troços da prova!

A vitória de Kopecky sobre Bouffier resumiu-se a meio segundo de vantagem. O francês que tripula um Peugeot 207 S2000 não escondia a impotência no final da prova, face a um Kopecky que passeou superioridade ao longo dos dois dias de prova. O checo cometeu apenas um erro ao longo dos 18 troços, o furo que por pouco não lhe retirou a vitória.

Kopecky e a Skoda deixaram um sério aviso à concorrência, na luta por este Campeonato Europeu que agora se inicia.

Raimund Baumschlager foi o terceiro classificado, concentrando-se apenas na vitória no Campeonato Austríaco, face ao ritmo diabólico dois dois homens da frente. Václav Pech terminou na quarta posição, com o Mini John Cooper Works S2000.

Beppo Harrach venceu na Produção, numa prova notável ao volante do Evo IX R4, que lhe permitiu terminar no quinto posto absoluto. Também Kajetan Kajetanowicz assinou uma excelente exibição, ficando no sexto lugar.

François Delecour não foi muito feliz na Áustria, mas o sétimo lugar é positivo para o veterano francês, que agora inicia uma temporada bem preenchida.

Hannes Danzinger foi o melhor das duas rodas motrizes, com o seu Renault Clio R3.

O jovem Jan Cerny, em Skoda Fabia S2000, despistou-se no último troço, quando era nono classificado.

Stig Blomqvist foi o décimo segundo classificado absoluto e quarto na Produção.

Classificação final
Pos. No.
Driver / Co-driver
Vehicle


Total time  Diff.Leader
 Diff.Prev.
1 1
CZE


Kopecký Jan / Dresler Pavel
Škoda Fabia S2000 



02:35:45.3  00:00:00.0
 00:00:00.0
 2 2
FRA


Bouffier Bryan / Fournier O.
Peugeot 207 S2000 


02:35:45.8  00:00:00.5
 00:00:00.5
3 5
AUT


Baumschlager R. / Wicha Klaus
Škoda Fabia S2000 


02:37:03.4  00:01:18.1
 00:01:17.6
4 9
CZE


Pech Václav / Uhel Petr
Mini John Cooper Works S2000 


02:38:32.3  00:02:47.0
 00:01:28.9
5 8
AUT


Harrach Beppo / Welsersheimb L.
Mitsubishi Lancer Evo IX R4 


02:39:17.1  00:03:31.8
 00:00:44.8
6 12
POL


Kajetanowicz K. / Baran Jarosław
Subaru Impreza Sti R4 


02:39:18.2  00:03:32.9
 00:00:01.1
7 3
FRA


Delecour F. / Savignoni D.
Peugeot 207 S2000 


02:41:06.5  00:05:21.2
 00:01:48.3
8 18
CZE


Orsák Jaroslav / Šmeidler David
Mitsubishi Lancer Evo IX 


02:42:19.0  00:06:33.7
 00:01:12.5
9 15
CZE


Tarabus J. / Trunkát Daniel
Škoda Fabia S2000 


02:43:41.3  00:07:56.0
 00:01:22.3
10 6
CZE


Valoušek Pavel / Kostka Lukáš
Peugeot 207 S2000 


02:43:57.1  00:08:11.8
 00:00:15.8