ACB Racing em força no SATA

Mais uma vez o Campeonato dos Açores de Ralis começa com o SATA Rallye Açores, a prova mais dura do calendário, que este ano integra o renovado Campeonato da Europa de Ralis. 

Preparada para o enfrentar está a ACB Racing que cada vez é mais reconhecida pelos pilotos que de forma crescente delegam na estrutura liderada por António Castelo Branco a responsabilidade de cuidar de toda a logística inerente às suas participação nas várias provas do campeonato ou até na própria preparação das viaturas de competição. 

Comparativamente com a prova do ano passado, a família ACB Racing cresceu o que, numa época de grandes dificuldades como a que o país atravessa, só pode ser considerado como extremamente positivo e reflexo do profissionalismo com que toda a equipa trabalha. 

São seis as equipas que vão ter base na zona de Assistência da ACB Racing: Ruben Rodrigues e Estevão Rodrigues, em Mitsubishi Lancer EVO IX, Henrique Moniz e Pedro Machado, em Citroen C2 R2 MAX, João Faria e Ruben Santos em Peugeot 206 RC, António Ortins e Jorge Diniz em Toyota Yaris, Cláudio Batista e Flávio Mota, em Citroen C2 R2 e Bruno Amaral e Rui Medeiros, em Mitsubishi Lancer EVO VIII, estes últimos a colaborarem com a organização, fazendo as funções de carro 0. 

A opção de Bruno Amaral foi ponderada e o regresso no SATA como viatura de apoio à organização pretende preparar o piloto e restante equipa para futuras participações já em competição. "Depois de ter estado bastante tempo parado e de ter somado algumas desistências nas últimas participações, esta parece-me a melhor forma de ganhar ritmo e voltar a "fazer a mão" ao carro sem qualquer pressão, ao mesmo tempo que nos permite fazer muitos quilómetros nos quais podemos testar afinações e prepararmos da melhor forma a nossa ida ao Faial onde vamos fazer o Ilha Azul", explica o piloto que não esquece um pedido de "desculpa aos adeptos que prefeririam ver-nos em prova e um agradecimento muito forte aos patrocinadores". 

Ambições fortes têm os irmãos Rodrigues que não escondem que gostariam de melhorar o resultado do último ano em que foram 3ºs do Grupo N, ao mesmo tempo que conseguiram também ser os terceiros melhores portugueses em prova. "Sabemos que também é preciso ter sorte numa prova deste nível em que a concorrência é fortíssima", salienta Ruben Rodrigues. Sabendo que a sorte se procura, os irmãos Rodrigues procederam a uma reconstrução, a partir do zero, do Mitsubishi Lancer EVO IX. "Penso que o carro está mais competitivo", afirma o piloto. "Já fizemos alguns quilómetros de testes, não tantos como gostaria, porque os apoios são poucos, mas as indicações foram bem positivas". Ruben Rodrigues quis deixar expresso o "agradecimento pelos apoios prestados pela ACB Racing e pela Kumho Tyres e também pelas empresas Jr. e Filhos - Serralharia Artística, Rodrigues & Falcão - Comércio de Automóveis e Tintas Mesquita que nos possibilitaram estar presentes nesta prova. Não podia deixar de agradecer também a um grupo de amigos que nos vem ajudando já há alguns anos para que a nossa equipa continue ativa nos ralis." 

Os campeões açorianos em título das duas rodas motrizes e do Agrupamento de Turismo, Henrique Moniz e Pedro Machado, apresentam-se à partida algo limitados pelo número que lhes foi atribuído pela organização, o que motivou algum desencanto em piloto e navegador. Ainda assim a motivação é grande até porque espera desde o final do campeonato do ano passado foi longa e o piloto está ansioso por voltar à competição. "Lutar pelas melhores posições ao nível dos duas rodas motrizes" é o objetivo declarado. "Sentimos que estamos melhor preparados que noutros anos e vamos tentar capitalizar esta situação", continua o piloto que espera uma forte adesão dos adeptos da modalidade ao rali e que promete dar muito espetáculo, uma boa forma, afirma, de "honrar os patrocinadores". 

João Faria e Ruben Santos vão fazer um rali sem qualquer pressão. "O único objetivo é terminar" afirma o piloto de Rabo de Peixe. "Se o conseguirmos fazer, para nós, isso equivalerá a uma vitória, até tendo em conta as condições em que vamos fazer o rali e os meios que temos disponíveis para o conseguir". João Faria, que já conta na sua carreira com o título açoriano da F2, apenas reuniu apoios para esta prova, estando a restante temporada ainda em equação. Valvoline, Estação de Serviço Lopes, Restaurante o Giro e a Freguesia de Rabo de Peixe são os patrocinadores do homem do Peugeot 206 RC que agradece ainda o apoio da ACB Racing. 

Cláudio Batista, pelo seu lado, vai estrear-se na prova maior do automobilismo regional depois das participações regulares dos últimos tempos nas ilhas do canal. Entusiasmo é a palavra de ordem do piloto e de Flávio Mota, o navegador para esta prova. "O objectivo principal é chegar ao fim do rali, mas tentando sempre obter uma classificação que dignifique a nossa equipe e o nome das pessoas e firmas que nos apoiam" refere o piloto faialense. 

António Castelo Branco, responsável pela ACB Racing, sintetiza o espírito de toda a equipa no arranque de mais uma temporada de ralis ao mais alto nível. "Estamos muito motivados e confiantes porque mais uma vez preparámos tudo no mais estrito espírito de profissionalismo. Os próprios pilotos reconhecem o nosso empenho e a qualidade do trabalho desenvolvido e por isso é que cada vez mais confiam em nós para sermos o seu parceiro privilegiado nas suas participações em ralis um pouco por todo o arquipélago. Somos sobretudo uma equipa com um alto grau de flexibilidade, capaz de proporcionar a cada um dos nossos pilotos o nível de envolvimento que desejar da nossa parte. Podemos ser os preparadores dos carros, ou dar assistência às viaturas em cada passagem pelo PA, ou até sermos apenas os responsáveis pela logística. Todas estas funções são cumpridas com o máximo de rigor e empenho, tanto num rali sprint como numa prova com a envergadura do SATA Rallye Açores. Estamos preparados e mal podemos esperar pela segunda feira, dia em que alguns dos nossos pilotos vão testar suspensões e pneus com a presença de técnicos da Ohlins e da Kumho que estão em S. Miguel especificamente para trabalhar com a ACB Racing." 

RallyMania com A.I.